Login: Senha:
Membros da Academia
Médicos, residentes, estudantes
Público Leigo
Boletim Neuro Atual
Arquivos de Neuro-Psiquiatria
Dementia & Neuropsychologia
Neurobiologia
Revista Neurociências
Classificados
Classificados profissionais



COMUNICADOS
Home > Comunicados

19/02/2013
Estudo Cremesp/CFM

Dados da pesquisa Demografia Médica no Brasil, apresentados em coletiva nesta segunda (18), já podem ser consultados online

Os números do segundo volume da pesquisa Demografia Médica, apresentados à imprensa neste 18 de fevereiro, revelam os motivos da má distribuição e da falta localizada de médicos
O Brasil é um país marcado pela desigualdade no que se refere ao acesso à assistência médica. Uma conjunção de fatores - como a ausência de políticas públicas efetivas nas áreas de ensino e trabalho, assim como poucos investimentos - tem contribuído para que a população médica brasileira, apesar de apresentar uma curva constante de crescimento, permaneça mal distribuída pelo território nacional e com baixa adesão ao trabalho na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), especialmente nas áreas de difícil provimento.
Estas são algumas das conclusões do segundo volume da pesquisa Demografia Médica no Brasil: cenários e indicadores de distribuição, desenvolvida em parceria entre Conselho Federal de Medicina (CFM) e Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), e coordenado pelo pesquisador Mário Scheffer.
Quem são e onde estão os médicos no Brasil? A presença de médicos no SUS é suficiente? A abertura de cursos de medicina no Interior contribui para a fixação em locais onde hoje faltam médicos? Onde atuam os médicos estrangeiros e formados no exterior? Facilitar a revalidação de diplomas estrangeiros vai resolver a falta localizada de médicos?
Essas e outras questões foram respondidas pela pesquisa, que traz dados sobre migração dos profissionais pelo país, presença de profissionais no SUS, distribuição dos médicos formados no exterior, além de várias outras informações.  
Na ocasião, Renato Azevedo Júnior, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, e Mário Scheffer responderam as perguntas dos presentes ao lado do presidente do Conselho Federal de Medicina, Roberto Luiz d'Avila. e do diretor de comunicação do CFM, Desiré Callegari.
Leia mais sobre demografia Médica- volume 2:
Estado de São Paulo tem 110 mil médicos; 46% deles estão na capital e 51% atuam no SUS
Médicos preferem grandes centros às cidades onde se formaram, indicativo de que abertura de vagas não basta para fixar profissional

VEJA O ESTUDO COMPLETO
 AQUI

Fonte: CREMESP

 

Rua Vergueiro 1353 - sl 1404 - 14ºandar - Torre Norte Top Towers Office - São Paulo/SP - Brasil CEP: 04101-000 Tel.+55(11) 5084-9463/5083-3876
Copyright © Academia Brasileira de Neurologia | Política de privacidade e uso de informações