Login: Senha:
Membros da Academia
Médicos, residentes, estudantes
Público Leigo
Boletim Neuro Atual
Arquivos de Neuro-Psiquiatria
Dementia & Neuropsychologia
Neurobiologia
Revista Neurociências
Classificados
Classificados profissionais



COMUNICADOS
Home > Comunicados

23/10/2012
Senadores comemoram credibilidade de médicos entre população

O Dia dos Médicos, comemorado em 18 de outubro, foi lembrado em Plenário na última quinta-feira pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR). Primeiro roraimense a se formar em Medicina, há 44 anos, Mozarildo parabenizou os médicos de seu estado e de todo o país e afirmou que a categoria tem, sim, o que comemorar.

O senador citou pesquisa revelada em nota de homenagem à categoria divulgada pelo Conselho Regional de Medicina de Roraima, apontando que a classe médica figura junto aos bombeiros, carteiros e professores como uma das profissões de maior credibilidade entre a população. A mesma nota traz ainda pesquisa realizada pelo instituto Ibope, afirmando que para 81% dos entrevistados os médicos são os profissionais de maior credibilidade.

“Toda profissão exige vocação, abnegação, competência e ética. Mas a medicina, pelas suas peculiaridades – porque o médico lida com a saúde, o sentimento e a vida das pessoas – exige muito mais do que uma simples dedicação. E por isso mesmo é que os médicos, mesmo trabalhando na situação que trabalham hoje, de aviltamento da profissão seja na questão salarial, seja na questão da carga horária, têm a melhor avaliação da população”, celebrou.

Mozarildo registrou, no entanto, que é preciso assegurar aos médicos melhores condições para trabalhar. O senador explicou que, ao contrário do que se imagina, não faltam profissionais no Brasil. O que ocorre é uma má distribuição entre as regiões. Nos lugares mais carentes, alertou, as condições de trabalhos são piores, não há hospitais nem equipamentos, o que afasta os profissionais.

Em sua avaliação, uma alternativa para ampliar os recursos para a saúde e melhorar essas condições de trabalho seria estabelecer para a União um limite mínimo de investimentos no setor, assim como já ocorre, via Emenda Constitucional 29, com estados e municípios. O senador argumentou ainda que, além de aumentar o repasse de recursos par a área, é fundamental intensificar a fiscalização da gestão de saúde.

Mozarildo lembrou episódio em seu estado, este ano, quando operação da Polícia Federal descobriu um esquema de fraude na compra de medicamentos pelo governo do estado, responsável pelo desvio de R$ 30 milhões da saúde.

Em apartes, os senadores Tomás Correa (PMDB-RO), Sérgio Souza (PMDB-PR) e Ana Amélia (PP-RS) compartilharam as homenagens de Mozarildo aos médicos, exaltando a importância desses profissionais na vida da população.

Fonte: AMB/Agência Senado

 

Rua Vergueiro 1353 - sl 1404 - 14ºandar - Torre Norte Top Towers Office - São Paulo/SP - Brasil CEP: 04101-000 Tel.+55(11) 5084-9463/5083-3876
Copyright © Academia Brasileira de Neurologia | Política de privacidade e uso de informações