Login: Senha:
Membros da Academia
Médicos, residentes, estudantes
Público Leigo
Boletim Neuro Atual
Arquivos de Neuro-Psiquiatria
Dementia & Neuropsychologia
Neurobiologia
Revista Neurociências
Classificados
Classificados profissionais



COMUNICADOS
Home > Comunicados

31/08/2012
Nota pública sobre a Porto Seguro

Em reunião com lideranças médicas e profissionais de medicina referenciados pela Porto Seguro, realizada na sede da Associação Paulista de Medicina em 27 de agosto de 2012, foi REJEITADA a proposta da seguradora de estabelecer como critério de reajuste anual a ser previsto em contrato 40% da variação do--- IPCA/IBGE (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

O percentual oferecido foi considerado pelos médicos como absolutamente insuficiente para recompor as perdas inflacionárias anuais, bem como suportar os aumentos de todos os recursos necessários para a manutenção dos consultórios, constituindo inaceitável desvalorização do trabalho médico.

Sendo assim, as entidades médicas abaixo-assinadas recomendam a todos os médicos referenciados que NÃO ASSINEM CONTRATOS OU ADITIVOS CONTRATUAIS com a proposta de 40% da variação do IPCA/IBGE (o que equivale a aproximadamente 2%) como reajuste, ainda que esta seja uma decisão individual e intransferível do profissional.

A contraproposta dos médicos para a cláusula sobre o reajuste a cada 12 meses, válido para consultas e procedimentos, é o conjunto de índices que se segue, cujo objetivo é balancear as aferições no sentido de evitar qualquer prejuízo para as partes (empresa e prestadores):

(IGPM + INPC + IPCA / 3 x 0,3) + (índice ANS x 0,7)

Índice ANS é o percentual autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar anualmente para reajuste das mensalidades pagas pelos usuários.

Vale ressaltar que, de 2000 a 2011, os aumentos de mensalidades pagas pelos usuários com autorização da ANS somaram 150,89%, enquanto o próprio IPCA ficou em 119,80% no mesmo período e os reajustes dos honorários médicos, em média, não ultrapassaram 60%.

Ao tornar pública esta situação aviltante, que coloca em xeque a viabilidade do sistema suplementar de saúde, esperamos que a reação dos médicos e das autoridades competentes seja proporcional à gravidade dos fatos aqui relatados e que a Porto Seguro reconsidere sua posição inicial.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA
CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO
SINDICATOS DOS MÉDICOS DE SÃO PAULO
ACADEMIA DE MEDICINA DE SÃO PAULO
SOCIEDADES DE ESPECIALIDADES MÉDICAS PAULISTAS



 

Rua Vergueiro 1353 - sl 1404 - 14ºandar - Torre Norte Top Towers Office - São Paulo/SP - Brasil CEP: 04101-000 Tel.+55(11) 5084-9463/5083-3876
Copyright © Academia Brasileira de Neurologia | Política de privacidade e uso de informações